Sabor de primavera: conheça os vinhos de notas florais

Há quem ame a primavera também pelos bons vinhos da estação. Os amantes da bebida e apreciadores de notas florais gostam da época também para se deliciar com as safras florais.

Pensando nisso, CLAUDIA conversou com a sommelier, Rita Ibanez, e a educadora em vinhos e fundadora da escola virtual Red Submarine, Andreia Berthault, para contar os detalhes da produção de vinhos florais e as marcas mais procuradas pelos apreciadores da bebida.

“Em vinhos mais jovens, notas florais são bastante comuns. Esses não passam por barricas de carvalho, porque essas dão notas mais amanteigadas na bebida. Dessa forma, o processo de produção que mais favorece esses aromas é a fermentação em tanques de aço inox”, explica a sommelier.

O tipo de uva também tem grande influência no resultado do sabor, de acordo com a especialista. “Existem uvas que trazem esses aromas florais de forma muito mais evidente, como a Torrontes – uva que produz ótimos vinhos brancos na Argentina- a Gewürztraminer- uva usada para vinhos brancos na Alemanha, Austrália e França – essa normalmente tem um dulçor bem característico”, diz.

Andreia lembra que os vinhos produzidos com a uva Moscatel apresentam aromas e sabores florais (flor de laranjeira e madressilva), cítricos (limão siciliano e laranja) e frutados (uvas, peras e maças verdes).

“A sugestão para a primavera não poderia ser diferente: os espumantes Moscatel da Indicação de Procedência (IP) Farroupilha. Eles são frescos, saborosos, por vezes, levemente adocicados. Harmonizam muito bem quando servidos de 6° a 8°C junto a frutas da estação. Excelentes, por exemplo, para aproveitar um brunch no sábado!”, aconselha a educadora.

Outra espécie de uva branca que merece sua atenção é a Riesling, cultivada em climas frios como, por exemplo, na região do Mosel, na Alemanha. Seus vinhos possuem delicados aromas de jasmim, limão e frutas verdes, acentuados por uma alta acidez. Por isso, a dica é harmonizá-los com carne de porco, como leitão à pururuca, por exemplo.

“Se você estiver buscando Rieslings alemães secos, procure pela palavra ‘trocken’ no rótulo. Ela significa ‘seco’, em alemão. Ainda assim, pode acontecer de o vinho ser ligeiramente adocicado. Se isso acontecer, adicione um pouco de molho de laranja no leitão, que a harmonização vai ficar espetacular!”, indica Andreia.

Rita também recomenda investir em vinhos de safra mais jovem. “Assim as chances de se encontrar notas florais aumentam. E eles são ótimos para se deliciar com entradinhas, saladas e outros pratos mais leves”, diz.

Fonte: https://claudia.abril.com.br/cozinha/primavera-vinhos-florais/

Baixe nosso e-book gratuito! Como escolher vinho em 3 passos simples

Baixe nosso e-book gratuito! Como escolher vinho em 3 passos simples

Confira mais artigos relacionados…

Vinhos para os 3 pratos mais pedidos no delivery

Vinhos para os 3 pratos mais pedidos no delivery

Confira como harmonizar os pratos que fazem mais sucesso nos aplicativos de entrega. Os aplicativos de delivery nos salvaram no auge da pandemia (#obrigadaaosenvolvidos!). E a verdade: ficamos mal acostumados com a comodidade deles. Atire a primeira pedra quem não...

APIMENTE SEU INVERNO COM PITADAS DE SYRAH

APIMENTE SEU INVERNO COM PITADAS DE SYRAH

Dizem por aí que a melhor maneira de combater o inverno é manter o coração quente. E, cá entre nós, tem vinho que esquenta até coração de sogra. Neste artigo, vamos falar sobre uma uva que faz vinhos desse tipo. A Syrah (ou Shiraz) A Syrah é uma casta tinta com origem...

Brasil X Argentina: Qual vinho vai ganhar esse clássico?

Brasil X Argentina: Qual vinho vai ganhar esse clássico?

A rivalidade entre Brasil e Argentina existe quase desde que o mundo é mundo.  Seu maior campo de batalha é o futebol, mas tudo que envolve Brasil vs Argentina é um clássico! Neste artigo, a batalha será entre um vinho brasileiro e um argentino. Quem será que vai...

Close Bitnami banner
Bitnami